Bahia

O Viva e Deixe Viver iniciou suas atividades em Salvador - Bahia, em agosto de 2002 pelas mãos da educadora Maria de Lourdes Silva, junto à Secretaria Estadual da Cultura, tendo o departamento do Livro e da Leitura como gestor das atividades em 5 hospitais, sendo o Hospital Geral Roberto Santos o primeiro a acolher à "contação de histórias”.

A partir de 2006 até 2012, a Santa Casa de Misericórdia da Bahia passou a ser responsável pela execução do projeto em Salvador. Para essa Instituição, os Contadores de Histórias são agentes de promoção da saúde, contribuindo através do brincar e da leitura para a humanização hospitalar. A partir de 2012 com nosso apoio e consultoria social, o Voluntário da Santa Casa passou a focar a brincadeira e o palhaço como nova estratégia de ação.

Desde julho de 2012 as atividades do Viva ganharam novo foco e a partir da Parceria de Cooperação Técnica com a UNEB – Universidade do Estado da Bahia, estamos levando para os futuros profissionais da saúde cursos de extensão que trabalham a importância do voluntário contemporâneo e da comunicação entre os usuários, trabalhadores e gestores da saúde, bem como a contação de histórias e o brincar com o objetivo principal de promover a humanização da saúde.

Hospitais de Salvador/BA:
- Hospital Geral do Estado
- Hospital Geral Roberto Santos
- Hospital São Rafael
- Hospital Irmã Dulce

Universidade de Salvador/BA:
- UNEB - Universidade do Estado da Bahia

Parceiros
UNEB